Publicado em Deixe um comentário

Privatização Correios: PL será encaminhado ao Congresso

O projeto de lei que dispõe sobre a privatização dos Correios foi assinado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Nesta quarta-feira, 14 de outubro, o plano foi entregue, pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, à Secretaria de Assuntos Jurídicos da Presidência.

Após ser aprovada pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, a proposta será encaminhada ao Congresso Nacional. Segundo Faria, a expectativa do governo é que a privatização ocorra em breve, a fim de demonstrar avanço na agenda de privatizações. A desestatização dos Correios será a primeira a ser proposta pelo governo em 2020.

Vale lembrar que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) contratou uma consultoria, há cerca de 30 dias, com o objetivo de auxiliar nos debates a respeito da privatização dos Correios, no Congresso. A empresa deve entregar o relatório em até 120 dias, ou seja, em meados de janeiro de 2021.

Além disso, o ministro da Comunicação explicou que o projeto entregue à SAJ trata mais de “princípios do que de regras”. As questões mais detalhadas da desestatização serão tratadas pelos deputados e senadores, assim que o documento chegar ao Legislativo.

Em declaração realizada no mês passado, Farias anunciou que cinco companhias estariam interessadas na privatização dos Correios. Entre elas, estão a Magazine Luiza (MGLU3) e Amazon, além das empresas de logística estrangeiras FedEx e DHL.

“O importante é que já tem cinco players interessados. O Magalu é um deles. Já tem pessoas, grupos interessados na aquisição dos Correios, então isso é importante, porque não teremos um processo de privatização vazio”.

Fonte: Estratégia Concursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *