Publicado em Deixe um comentário

No crime impossível, a impropriedade absoluta do objeto é relativa ao instrumento eleito pelo agente para a prática do crime

ERRADO

A assertiva está errada porque a impropriedade absoluta do objeto ocorre quando a pessoa ou a coisa que representa o ponto de incidência da ação delituosa (objeto material) não serve à consumação do delito. A inidoneidade do objeto se verifica tanto em razão das circunstâncias em que se encontra (objeto impróprio) quanto em razão da sua inexistência (objeto inexistente). Exemplos: João tenta praticar aborto contra mulher que não está grávida; João atira em Antônio, que, entretanto, já se encontrava morto no momento do disparo. Na ineficácia absoluta do meio, verifica-se a falta de potencialidade causal. Aqui sim os instrumentos postos a serviço da conduta são ineficazes, em qualquer hipótese, para a produção do resultado. Exemplo: João, para matar Antônio, se vale (sem saber) de uma arma de brinquedo.

Fonte: Meu Site Jurídico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *