Publicado em Deixe um comentário

Como se preparar para concursos da Área Bancária?

Conheça dicas valiosas para sua preparação para concursos da área bancária

Olá, tudo bem?

Hoje traremos para você algumas orientações e dicas de como se preparar para os concursos da área bancária. Para isso, tivemos a colaboração da aluna Pollyana Carolina, aprovada em 7º lugar no concurso do BRB. Vamos nessa?

Para começar é preciso saber se você tem o perfil da área. Analise as atribuições dos cargos e veja se você se imagina exercendo as atividades em um banco. Por exemplo, atendimento ao público, vendas de produtos financeiros e rotinas administrativas.

Caso tenha se identificado, saiba que os concursos da área bancária podem ser divididos entre os de bancos propriamente ditos, como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, e os de entidades financeiras como o Banco Central do Brasil – Bacen e a Comissão de Valores Mobiliários – CVM.

Os últimos – BACEN e CVM – são concursos para autarquias, ou seja, os cargos e o regime de trabalho são diferentes dos bancos comerciais e as disciplinas a serem estudadas também mudam. Essas e outras diferenças fazem com que esses certames sejam abordados separadamente quando o assunto é preparação.

Neste artigo, dentre os concursos da área bancária, focaremos nas carreiras dos bancos comerciais e, em outra oportunidade, abordaremos a preparação para a carreira das outras instituições financeiras.

Cargos da área bancária

Nível Médio

A principal forma de ingresso na carreira é pelo cargo de Escriturário ou Técnico Bancário, que tem como requisito o certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação.

Em 2018, o Banco do Brasil realizou um concurso para o cargo de Escriturário e o edital trazia a seguinte descrição sumária das atividades:

“comercialização de produtos e serviços do BANCO DO BRASIL S.A., atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário), contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários; redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; controles estatísticos; atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados; execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do BANCO DO BRASIL S.A.”

Nível Superior

As ofertas para o nível superior são menos numerosas, mas oferecem remunerações bastante expressivas. Dentre as oportunidades encontramos na carreira bancária vagas para:

  • Advogado
  • Analista de Tecnologia da Informação (TI)
  • Arquiteto
  • Engenheiro
  • Médico do Trabalho

Vantagens da carreira bancária

Nos concursos da área bancária, a carreira possui muitas vantagens e as principais são:

  • Benefícios

Apesar de muitas pessoas considerarem a remuneração inicial menos vantajosa que a de outros certames, a carreira bancária proporciona uma gama de benefícios que tornam o cargo ainda mais atraente e que agregam muito valor à remuneração.

Dentre eles temos:

Elaboração própria a partir dos Editais dos Concursos BB/2018 e BRB/2019.

Além disso, muitos bancos oferecem ainda bolsas de estudos, bolsas de idioma e até mesmo auxílio academia, como uma forma de incentivo à qualidade de vida do funcionário.

  • Carga horária de 30h/semanais

A jornada de trabalho do escriturário é de 30 (trinta) horas semanais, o que faz com que esses concursos da área bancária sejam uma excelente oportunidade para quem deseja dedicar mais tempo à família ou ainda, para quem deseja continuar estudando para outras oportunidades.

  • Possibilidade de ascensão

A principal vantagem da área bancária é sem dúvida a possibilidade de crescimento profissional. Os bancos têm cada vez mais investido no aperfeiçoamento dos seus funcionários e, com isso, todos possuem chances de crescer dentro da instituição e alcançar cargos de gerência, diretoria e superintendência. Ou seja, com trabalho e dedicação é possível construir uma excelente carreira profissional no banco.

Como devo me preparar?

Após conhecer um pouco mais sobre esses concursos da área bancária e decidir se vale a pena estudar, preparamos algumas dicas que irão te auxiliar a conquistar a tão sonhada aprovação!

Vamos às dicas:

  • Invista em um bom material de estudo

Ter em mãos um material completo e atualizado faz toda a diferença nos estudos. Aqui no Estratégia Concursos você encontra materiais elaborados na medida certa, sempre atualizados e que abrangem tudo aquilo que você precisa saber para seu concurso.

  • Monte um cronograma baseado em sua rotina

Coloque no papel quais são suas atividades do dia a dia e a partir disso encontre horários disponíveis para os seus estudos. Tenha o cuidado de montar um horário que seja exequível! Não adianta colocar em seu cronograma que vai estudar 12 (doze) horas por dia quando na verdade só possui 4 (quatro) horas disponíveis. Se fizer isso, ficará frustrado por não conseguir cumprir o que planejou e no longo prazo pode até mesmo se sentir desestimulado a continuar os estudos.

  • Faça revisões frequentes e muitas questões

Um dos maiores erros cometidos pelos concurseiros é o de negligenciar as revisões. Vários estudos demonstram que é necessário revisarmos determinado assunto repetidas vezes para que consigamos fixá-lo em nossa memória. Sendo assim, reservar um momento dos estudos para as revisões é mais que essencial.

Outro erro que muitos alunos cometem é o de não resolver muitas questões. Seja por medo de errar ou por achar que estarão “atrasando” a teoria, muitos acabam deixando de lado essa parte que é fundamental nos estudos. Afinal, na prova do concurso você precisará resolver questões e, se não houver treino suficiente para entender como a banca cobra os assuntos, o resultado pode ser pior que o esperado.

Por isso, revise e faça muitas questões!

  • Atenção para as novas tendências!

Ao analisarmos o edital dos dois concursos bancários mais recentes – Banco do Brasil (2018) e Banco de Brasília (2019) – é possível notar uma tendência em cobrar assuntos relacionados à Tecnologia da Informação (TI) e à Inovação.

No concurso do Banco do Brasil a distribuição das questões por disciplina foi assim:

Elaboração própria a partir do Edital do Concurso BB/2018.

Observamos que a disciplina de Informática representou 37,5% da prova, com 25 questões, e Probabilidade e Estatística 30%, com 20 questões.

Já na prova do Banco de Brasília – BRB, encontramos a seguinte distribuição:

Elaboração própria a partir do Edital do Concurso BRB/2019.

Foi uma prova bem diferente das anteriores e trouxe assuntos como Internet das Coisas, Blockchain e a redação ainda cobrou como tema “Os Bancos na Era Digital”.

Ou seja, além de focar em Conhecimentos Bancários, o aluno precisa dar uma atenção especial para as disciplinas de: Informática, Segurança da Informação, Inovação e Probabilidade e Estatística.

Todos esses dados nos levam a concluir que o perfil de funcionário que os bancos têm buscado é o de um profissional antenado, por dentro das novas tecnologias, e que entenda também do processo de transição pelo qual os bancos têm passado para se tornarem cada vez mais digitais.

Quais as possíveis oportunidades para 2020?

Caixa Econômica Federal

O último concurso da Caixa foi em 2014, e seu prazo de validade já expirou. No entanto, por força de decisão da Justiça do Trabalho, em maio deste ano foi proferida uma ordem para que a instituição efetuasse a contratação de 2.500 pessoas com deficiência (PCDs). Tal medida se fez necessária para que fosse alcançado o percentual mínimo de 5% no quadro destinado a PCDs, conforme determina a Lei de Cotas.

Além disso, foi realizada uma audiência na Câmara do Deputados em outubro desse ano e o então Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, declarou que em breve haverá a convocação de mais de 800 funcionários aprovados no último concurso de 2014.

Essas contratações visam cobrir o enorme déficit de funcionários que o banco enfrenta. Entretanto, para que sejam efetivadas será necessário que o Ministro da Economia, Paulo Guedes, as autorize.

Banco do Brasil

Recentemente, em outubro de 2019, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a necessidade do Banco do Brasil de abrir concurso público para os cargos de nível superior, uma vez que a realocação de Escriturários de nível médio para cargos de nível superior contraria as normas vigentes para concursos.

Sendo assim, existe a possibilidade de que haja em breve um novo concurso do Banco do Brasil voltado para cargos de nível superior, já que em 2018 tivemos um concurso exclusivamente para Escriturários.

Apesar de alguns concursos da área bancária parecerem distantes, lembre-se de que o ideal é começar a estudar antes que o edital seja publicado. Dessa forma, você larga na frente e consegue ter um melhor desempenho.

Esperamos que essas dicas contribuam na sua jornada!

Até a próxima e bons estudos!

Fonte: Estratégia Concursos




Deixe uma resposta

Open chat
Oi! É o Felipe! Posso te ajudar? Estou online 🙂
Powered by
%d blogueiros gostam disto:
Bitnami